A Carregar...
Siga-nos

70 anos
do Instituto

Celebração comemorativa do 70º aniversário
de aprovação do Instituto Secular Missionário
Servas do Apostolado.

Somos
Missão

Somos mulheres consagradas,
chamadas a dar a vida a Deus
e aos irmãos no hoje da História.

Centro de
Formação Laical

Encontros do Instituto e um espaço aberto
a receber grupos para formação humana
e cristã, em qualquer altura do ano.

Aconteceu

Notícias

Peregrinos no caminho da PAZ
  • 13 março 2024
  • ISA

Peregrinos no caminho da PAZ

O próximo ano de 2025 será um ano jubilar para toda a Igreja, um tempo que se deseja que venha a ser um kairós. Neste desejo, o Dicastério para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica (DIVCSVA) propôs a todos os consagrados do mundo um percurso com quatro etapas.

Servas do Apostolado em Assembleia
  • Agosto 2023
  • Alzira Santos

Servas do Apostolado em Assembleia

O Instituto reuniu entre os dias 14 e 20 de agosto de 2023, para fazer o retiro anual e realizar a XVII assembleia geral ordinária.

Celebrar os 70 anos do Instituto no ontem e no hoje da história
  • Outubro 2022
  • Alzira Santos

Celebrar os 70 anos do Instituto no ontem e no hoje da história

Celebrar os 70 anos do Instituto Secular Missionário Servas do Apostolado é viver uma imensa gratidão pela entrega ao serviço da dignificação humana, desde a sua fundação.

Instituto Secular Missionário

Servas do
Apostolado

O Instituto Secular Missionário Servas do Apostolado foi fundado por Maria Isabel Henriques Marques Matias e teve a sua primeira aprovação em 1952 pelo Senhor D. Ernesto Sena de Oliveira, Arcebispo de Coimbra.

A minha vocação é dar-me pela salvação da humanidade.

Maria Isabel Matias
Somos

Rostos

Manuela Santos

A minha missão é oferecer-me a Deus, tal como sou e estou, por todos.

  • 28 fevereiro 1942
  • Oledo- Castelo Branco
Palmira Costa

A minha missão é servir aqueles com quem vivo e oferecer-me pela Igreja e pelo mundo. “Oferecer-me sem medida pela santificação dos sacerdotes” Fundadora.

  • 15 março 1951
  • Olalhas- Tomar
Alzira Santos

Desejo viver a minha missão em jeito de abraço a Deus e ao mundo, confiar e confiar-me, expressando na vida a frase da nossa querida Fundadora: “Confia e Ama”. Assim, cada dificuldade é um desafio à Fé: “Sêde mulheres de Fé” e entrega ao Espírito Santo que faz novas todas as coisas.

  • 18 novembro 1952
  • Almagreira - Coimbra
Centro de Formação Laical
espaço aberto

Centro de
Formação Laical

A formação permanente é um dos requisitos fundamentais para a missão que, em cada idade estamos chamadas a viver. A formação adquire-se também pela interiorização e releitura dos acontecimentos e pelas decisões que tomamos. Estamos conscientes que os espaços e lugares são preciosas ajudas.
O Centro de Formação Laical, localizado na Sede do Instituto, é um desses espaços. Aí temos os nossos encontros mensais para formação espiritual e experienciarmos a comunhão fraterna.
É também uma casa aberta a grupos que, por um dia ou um fim de semana pretendam parar e refontar a sua vida.

  • Salão polivalente (60 a 70 pessoas)
  • Salas de reuniões
  • Refeitório, cozinha e quartos
Mais Informações
faq

Perguntas
pertinentes

Pode pertencer ao Instituto quem se sente enamorada por Jesus e pela humanidade.
Que deseja ajudar Deus a salvar o mundo alicerçada no Amor do Espírito Santo. Alguém que deseja consagrar a vida permanecendo no seu meio social e eclesial.
Alguém com possibilidades de tempo e liberdade suficiente para participar na vida do Instituto.
Alguém a quem se reconheça empatia vocacional com o carisma e missão do Instituto, equilíbrio psíquico e maturidade afetiva para uma doação alegre e generosa a toda a prova.
Idade para uma entrega que apanhe a vida toda.
Jovens/senhoras a partir da idade adulta até por volta dos 45 anos.
Ser acompanhada é entrar na dinâmica dos discípulos de Emaús.
Jesus caminha com eles e vai ouvindo, questionando, respondendo até “chegarem a casa” Lc 24.
Ao intitular-se “Servas do Apostolado”, este Instituto Secular procura aliar, a partir da consagração dos seus membros, o serviço social às pessoas com o novo ardor da evangelização e isto sempre dentro do meio profissional, cultural, social… em que os seus próprios membros se encontram.